Nossa Senhora do Socorro: não é com premiação que se valoriza professor e a Educação pública

Escrito por Super User Ligado . Publicado em Redes Municipais

Através dos professores e professoras das escolas municipais de Nossa Senhora do Socorro, o manchete socorro 8 10 19SINTESE tomou conhecimento do “Prêmio Ipê Amarelo ‘Professor do Ano’”. O prêmio foi estabelecido pelo edital nº 01/2019 da Secretaria Municipal de Educação datado da última segunda, dia 07.

De acordo com o documento, os premiados serão escolhidos através de votação secreta a ser realizada amanhã (09. Só em comunicado informal às escolas enviado nesta terça, 08, que a Secretaria Municipal de Educação informa que o evento de premiação será no dia 15, no Teatro Atheneu, pois no texto do edital não consta a informação.

Para o SINTESE a lógica do capital empresarial e financeiro que permeia a Educação tem se revelado nas mais múltiplas facetas. Desde a ideia de estabelecer metas e índices a serem alcançados, desconsiderando os fatores e indicadores sociais, até o estabelecimento do prêmios e bonificações para escolas e professores colocando como parâmetros projetos ditos bem sucedidos porém, sem considerar em quais condições reais de recursos pedagógicos e humanos tais projetos são desenvolvidos.

Destacar o que é um projeto bem sucedido na Educação implica em anlisar os mais diversos aspectos que o compõe. Atribuir a um profissional o papel de destaque é, no mínimo, desconsiderar o quão fundamental é a integração, a coletividade e o trabalho precípuo do Projeto Político e Pedagógico das Escolas que são, ou pelo menos deveriam ser, construídos coletivamente.

O SINTESE defende que o melhor para os professores e professoras das escolas municipais de Nossa Senhora do Socorro não são prêmios individuais, mas sim ter escolas que ofereçam salas de aulas confortáveis, laboratórios de Ciências, de Informática, quadras poliesportivas, variedade em material didático, espaços de formação continuada, valorização salarial além de um amplo diálogo com as comunidades escolares para a construção de políticas públicas educacionais.

“Nesse dia do professor, o prêmio que a prefeitura de Nossa Senhora do Socorro pode ofertar aos professores e professoras é garantir que nós tenhamos condições dignas de trabalho tais como: segurança nas escolas, salas de aulas arejadas e iluminadas, ambiente de trabalho saudável sem perseguições, material didático disponível para que o professor não seja obrigado a comprá-lo, formação continuada que faça sentido ao trabalho dos integrantes do magistério, entre outros”, argumenta Adenilde Souza Dantas, professora da rede municipal de Nossa Senhora do Socorro e integrante da direção executiva do SINTESE.